Índios e agricultores protestam e denunciam os governantes

Os Kaxarari ocupam a Câmara de Vereadores em Porto Velho

Indígenas ocupam o prédio da Câmara de Vereadores de Porto Velho e reclamam de abandono. Esta situação levou dezenas de índios da etnia Kaxarari, que vivem na região da ponta do Abunã realizar um protesto contra o descaso e abandona em que vive os habitantes da floresta.

Durante mais de três dias, os manifestantes permanecem ocupando a sede do legislativo municipal e tiveram sua manifestação reforçada por agricultores de União Bandeirantes e Ponta do Abunã, zona Rural de Porto Velho, que também estão sendo prejudicados pela falta de transporte escolar na região. Segundo os líderes Indígenas, até hoje o problema do transporte escolar não foi resolvido e dezenas de crianças continuam sem aulas.

Imagem: www.correiodenoticia.com.br

Outro ponto levantado pelos Índios, foi a questão das péssimas condições das pontes e estradas. Segundo eles, essa situação tem causado um completo isolamento das terras indígenas, dificultado o acesso das equipes de Saúde para realizar atendimentos de saúde aos Indígena. Isso, estaria provocando a morte de crianças e idosos, acometidos de doenças que poderiam ser combatidas facilmente, como a malária e verminoses. “Nós estamos completamente abandonados pelas autoridades, sem assistência à Saúde e pela própria (FUNAI) Fundação Nacional do Índio, disse Paulo Kaxarari. Além do desmonte da política indígena praticada pelos governos estadual e municipal, disse.

Para as lideranças que participaram do “protesto”, segundo eles, isso é inadmissível. “Nós estamos completamente abandonados, estão nos matando e cadê a FUNAI e a Justiça? Esse movimento é importante para garantir nossos direitos. Nós só queremos Justiça! E que nossos direitos sejam respeitados”, disse Paulo Kaxarari.

Imagem: www.correiodenoticia.com.br
  • Por Edilson Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *