Ismael Crispin pede vistas de projeto sobre publicidade das listas de agendamento médico e monitoramento de pacientes

Ele diz que existe uma máfia no setor da saúde, tanto em nível estadual quanto nacional

O deputado estadual Ismael Crispin (PSB) fez duras críticas ao setor de saúde pública em Rondônia, durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa e pediu vistas ao projeto ao Projeto Lei 113/2019, de autoria do líder do Governo na Casa de Leis, Eyder Brasil (PSL), que trata da finalidade de divulgar ou conceder a ampla publicidade das listas de agendamento médico e monitoramento de pacientes do sistema público de saúde.

Segundo o parlamentar, existe uma máfia no setor da saúde, tanto em nível estadual quanto nacional. “É uma máfia da iniciativa privada que trabalha para que o poder público não tenha condições de atender as pessoas com qualidade”, frisou.

Crispin citou como exemplo, os exames de imagens, onde geralmente os pacientes de Guajará-Mirim, precisam se deslocar para Porto Velho para realizar esses e outros exames. “Às vezes tem uma clínica dentro do próprio município que pode realizar esse procedimento, pois se esses exames são contratos com preços praticados pela tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), por que não realizar o procedimento no próprio município”, indagou.

O deputado acredita e defende que essa situação é uma meta a ser enfrentada pelo parlamento estadual, como forma de garantir ao cidadão atendimento digno no local em que mora. “Devemos levantar essa bandeira e acionar o Secretário de Estado da Saúde (Sesau) e as demais pastas envolvidas para discutir e chegar a um consenso.

Apesar de sugestão, Crispin deixa claro que a pressão da iniciativa privada vai chegar “ sabemos que existem empresário que estão muito mais preocupados com o ganho financeiro do que com a vida do paciente, isso é lamentável”, questionou.

Ao encerrar a defesa de uma análise mais profunda sobre o tema, Ismael Crispin disse que a Assembleia Legislativa tem uma grande missão, a de promover esse enfrentamento.

Convite

Membros da CCJR garantiram convidar o Secretário de Saúde, Fernando Máximo para prestar esclarecimentos sobre os projetos do Estado na descentralização da saúde.

Autor: Eláine Maia

Foto: José Hilde-Decom-ALE-RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *