Democratas ameaçam nova paralisação se Trump insistir em construir muro

Os líderes do Partido Democrata no Congresso dos Estados Unidos advertiram neste domingo ao presidente Donald Trump que incluir uma verba de US$ 8,6 bilhões para a construção de um muro na fronteira com o México na sua próxima proposta orçamentária provocaria uma nova paralisação do governo.

“O presidente Trump prejudicou milhões de americanos e gerou um caos generalizado quando de maneira imprudente paralisou o governo para tentar desenvolver seu caro e ineficaz muro. O mesmo acontecerá de novo se insistir”, disseram em comunicado a presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o líder da minoria no Senado, Chuck Schumer.

A declaração conjunta dos democratas se dá por causa de diversas informações na imprensa que apontam que a Casa Branca incluirá uma verba de US$ 8,6 bilhões em sua nova proposta orçamentária ao Congresso, que deve ser apresentada nesta segunda-feira.

Esse valor seria muito superior ao de US$ 1,3 bilhão que o Congresso aprovou para a segurança fronteiriça no último orçamento e maior, também, que os US$ 5,7 bilhões pedidos inicialmente pelo governo no ano passado.

Segundo diversos veículos de imprensa locais, a nova solicitação contemplaria a redução do orçamento do Departamento de Segurança Nacional em US$ 5 bilhões, enquanto os outros US$ 3,6 bilhões restantes procederiam da verba para construção de instalações do Departamento de Defesa.

No comunicado, Nancy e Schumer afirmam que o Congresso já “rejeitou” financiar o muro fronteiriço e que Trump “foi obrigado a reconhecer sua derrota” e a reabrir o Governo Federal.

“Esperemos que tenha aprendido a lição”, conclui a nota.

A falta de acordo nas negociações do atual orçamento entre o Congresso e a Casa Branca levou o presidente americano a se negar a assinar a lei orçamentária, o que provocou uma paralisação parcial do governo que durou cinco semanas, a maior da história.

Trump acabou aceitando o acordo entre os republicanos e os democratas do Congresso, mas em seguida declarou uma emergência nacional para assim arrecadar US$ 6,6 bilhões adicionais para a construção do muro.

– Agência EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *