DER de Machadinho pede doações financeiras de comerciantes para arrumar máquinas do governo

Com a promessa de que faria uma gestão diferenciada em todas as pastas, o atual governo de Rondônia realmente está fazendo diferente, pelo menos diferente do que entregou o gestor estadual anterior, que deixou as contas no azul e com o estado estruturado.

No município de Machadinho D’Oeste, a Residência do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) em está passando por maus lençóis. Um empresário do ramo madeireiro, que pediu pra não se identificar, afirma que doou R$1.000,00 (Mil reais) e a pedido do Residente, está pedindo doações de outros empresários que estão vendo a dificuldade em comandar a pasta.

Desde que o novo governo assumiu o estado, a única ação que se viu em Machadinho foi que colocaram barro nos buracos da RO 133. “É constrangedor ver essas estradas recebendo esse tipo de ação, estamos tristes pois nossos filhos precisam chegar até as escolas e dia após dia deparamos com uma rodovia de responsabilidade do estado cada vez mais acabada”. Desabafa a mãe de um aluno. A pergunta que ainda não tem resposta é de que, como o governo vai prestar contas lá na frente, desse dinheiro recebido como forma de “caridade” a Residência do DER em Machadinho D’Oeste, a população já pede explicação.

Todos sabem que o DER sempre enfrentou dificuldades em Machadinho, tendo em vista que as máquinas não são novas, mas essa é a “primeira vez que se chega a esse ponto”. O atual residente do DER tem como profissão “Agente Penitenciário” e foi escolho para esse cargo, porque no segundo turno das eleições apoio o atual governador e agora foi premiado com esse cargo, se é que chamamos isso de prêmio. O que se percebe é que, tanto o residente local quanto o diretor geral (que também é Coronel), não tem nenhuma experiência em administração pública e estão mais perdidos do que barata em galinheiro.

– Redação/CNR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *