Parceria entre governo e prefeitura pode construir e pavimentar vias do setor chacareiro

Porto Velho, RO – Ligar o Setor Chacareiro Jardim Santana à estrada dos Periquitos e aos bairros do entorno, além de recuperar vias já existentes e construir rede de esgotos com drenagem, é a proposta subtraída da primeira reunião de chacareiros da Associação de Ação Popular Integrada dos Hortifrutigranjeiros da União (AAPIGHU), em 2019.

Na inicial, face o governador Marcos Rocha já ter conhecimento das demandas consideradas prioritárias dos agricultores cujas terras que são ocupadas, mansa e pacificamente são da União, a categoria está propondo ao Estado a iniciativa de convocar a prefeitura a firmarem parceria a fim de acabar com as dificuldades de acesso à região.

Na proposta, a diretiva da AAPIGHU é que, o Departamento de Estrada e Rodagem (DER) assuma a realização de obras infra-estruturais na malha viária do setor chacareiro caso a secretaria de Agricultura (Semagric) se julgue, mais uma vez, “incapaz de realizar os serviços” dentro de uma possível parceria com o Estado, aponta chacareiros.

Dezoito ruas, ramais e vicinais formam o sistema de vias de acesso ao setor chacareiro Jardim Santana, que continuam ao menos três gestões de governança (municipal, estadual e federal) sem melhorias, causando problemas de toda a ordem, como travar o escoamento da produção aos mercados. Além de impedir o acesso do transporte escolar.

Buracos acumulam lama mesmo sem chuvas no Bairro Jardim Santana em Porto Velho (Foto: Ivanete Damasceno/G1)

A presidente da entidade, chacareira Gabriela Camargo, 45, sobre o assunto disse que “a revitalização das vias existentes e a construção de pontes e drenagem pela prefeitura ou pelo Estado, nos ajudará a sair desses problemas e facilitará a vida de todos”.

Ela propôs, contudo, que o prefeito Hildon Chaves e o governador Marcos Rocha, respectivamente, estabeleçam parcerias construtivas nesse sentido e dessa unidade entre os dois mandatários, “surjam novos tempos para todos os chacareiros e à população do entorno, à frente os bairros Socialista, Ulysses Guimarães e condomínios do Minha Casa Minha Vida”, arrematou Gabriela Camargo.

– Por Xico Nery/CNR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *