Greve em Porto Velho: motoristas e cobradores já realizaram várias paralisações

No último dia 27, o TRT já havia proibido a greve geral pelo motivo alegado pelo Sitetuperon e determinou o percentual de 90% de ônibus nos horários de pico e nos demais horários deve ser mantido ao menos 70%. Ao decidir, o desembargador Shikou Sadahiro, não constatou elementos “acerca de uma verdadeira tentativa de negociação coletiva, destoando dos procedimentos que usualmente antecedem uma greve.” O Sitetuperon alegou que o Consórcio Sim estava postergando a assinatura do acordo coletivo.

Desde o começo do ano motoristas e cobradores já realizaram várias paralisações. As anteriores foram em protesto pela liberação do táxi compartilhado na cidade.

– Fonte: Rondônia Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *