Penitenciária Federal em Porto Velho comemora nove anos de sucesso

A Penitenciária Federal em Porto Velho (PFPV) tem realizado uma série de atividades neste mês de junho para comemorar seus nove anos de funcionamento em Rondônia. Desde a sua inauguração, seus resultados foram extremamente positivos. Nunca foi registrada uma fuga ou rebelião. Em quase uma década, também não há casos de entrada de objetos ilícitos. A vinda da Penitenciária Federal para Rondônia trouxe também benefícios diretos para as forças de segurança locais.

O Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), que é responsável pela gestão dos presídios federais no Brasil, mantém uma política de parceria com as forças de segurança locais, como Polícias Civil e Militar e agentes penitenciários estaduais. Essa cooperação resultou na realização de inúmeros treinamentos em Rondônia e em outros estados do Norte. Em 2017 e neste ano, por exemplo, agentes penitenciários do Estado tiveram cursos de Escolta e de Intervenção, ministrados pelos agentes do Depen.

Além dos treinamento que aprimoram a atuação das forças policiais locais, a Penitenciária Federal em Porto Velho realiza também doações constantes de armas, munições e outros equipamentos que reforçam o combate à violência local. Em julho de 2017, por exemplo, a PFPV doou 51 novas armas curtas e longas para serem empregadas nas prisões estaduais de Rondônia. Em agosto do mesmo ano, os agentes federais ministram treinamento para a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

COMEMORAÇÕES

Para celebrar os nove anos de funcionamento da PFPV, a diretoria da unidade prisional preparou uma série de atividades. A penitenciária foi inaugurada em 19 de junho de 2009 com a promessa de colaborar com o combate às organizações criminosas, reduzindo o poder de atuação destas dentro e fora das prisões estaduais. A comemoração terá campeonato de tiros, atividades esportivas e uma homenagem ao agente federal Leonardo Morais de Moura, que trabalhou em Porto Velho e foi morto ao ser vítima de um assalto em Campina Grande (PB), em 2017.

– Fonte: Penitenciária Federal de Porto Velho (PFPV)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *