Reunião do Cieam debate mudanças em andamento na SUFRAMA

Durante a 199ª reunião ordinária do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), realizada na quarta-feira (7), na sede da instituição, o titular da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), Appio Tolentino, e os superintendentes adjuntos de Projetos, José Lopo de Figueiredo Filho, e de Operações, Bruno Monteiro Lobato, foram convidados pelo presidente do Cieam, Wilson Périco, a apresentar aos representantes industriais presentes informações sobre as mudanças em andamento na autarquia, como as alterações na Resolução 203 do Conselho de Administração da SUFRAMA (CAS), que regulamenta todo o processo de apresentação, análise, aprovação e acompanhamento de projetos industriais e novo sistema de cadastro (Cadsuf).

Antes de iniciar o debate sobre os principais temas propostos, Tolentino afirmou que pretende sugerir que os projetos industriais que visam a pleitear tanto incentivos federais quanto estaduais sejam uniformizados para diminuir o tempo de análise e aprovação pela SUFRAMA e pela Secretaria de Planejamento do Estado (SeplanCTI), tendo em vista que as instituições normalmente requerem laudos e certidões em comum. “Podemos trabalhar com o compartilhamento de banco de dados entre as instituições, o que trará ganho para as empresas, tornando o processo mais rápido”, afirmou.

Sobre as mudanças na Resolução 203, o superintendente de Projetos, em exercício, José Lopo, afirmou que uma das propostas da SUFRAMA é justamente criar condições de desburocratizar as ações e permitir ampliar a aprovação ad referendum pelo superintendente da autarquia para todos os projetos industriais apresentados à Superintendência (implantação, ampliação, atualização e diversificação). “Desta forma, numa eventual necessidade de se adiar a realização da reunião ordinária do CAS, as empresas não serão prejudicadas. As aprovações seriam comunicadas posteriormente ao Conselho para fins de homologação”, pontuou.

O superintendente de Operações, Bruno Lobato, falou sobre o novo sistema de cadastro da SUFRAMA, que vem sendo aperfeiçoado desde sua implantação. “Temos acompanhado algumas dificuldades enfrentadas pelos usuários e a equipe técnica tem buscado soluções para sanar todas as questões. Queremos deixar claro que nenhuma empresa foi ou será prejudicada por eventuais problemas envolvendo os sistemas da SUFRAMA. Todas as inscrições que não estejam sendo homologadas via o novo Cadsuf serão autorizadas após a verificação dos documentos apresentados pelas empresas. Afinal, o novo sistema foi criado justamente para atender da melhor forma a todos os usuários, e acreditamos que vem alcançando seu objetivo”, ressaltou.

O presidente do Cieam, Wilson Périco, reafirmou a importância do trabalho conjunto entre a entidade e a SUFRAMA e destacou que o trabalho realizado pelos técnicos da autarquia é reconhecido pelos representantes industriais como um dos mais eficientes da região.

– Texto/foto: Márcio Gallo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *