Edital de Bioeconomia é destaque da 53ª reunião do Capda

O edital de chamamento público para a seleção da instituição que irá coordenar os projetos de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) do Programa Prioritário de Bioeconomia foi um dos temas debatidos na 54ª Reunião Ordinária do Comitê das Atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda), realizada nesta terça-feira (6), na sede da SUFRAMA.  O prazo de inscrição vai até o dia 9 de março.

O Programa Prioritário de Bioeconomia consiste no desenvolvimento de soluções para a exploração econômica sustentável da biodiversidade, abrangendo: prospecção de princípios ativos e novos materiais a partir da biodiversidade amazônica; biologia sintética, engenharia metabólica, nanobiotecnologia, biomimética e bioinformática; processos, produtos e serviços destinados aos diversos setores da bioeconomia; tecnologias de suporte aos sistemas produtivos regionais ambientalmente saudáveis; tecnologias de biorremediação, tratamento e reaproveitamento de resíduos; negócios de impacto social e ambiental; e o estabelecimento ou aprimoramento de Incubadoras e Parques de Bioindústrias.

Programas Prioritários são um conjunto de projetos voltados ao desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação considerados de grande relevância para o desenvolvimento regional.  Além da Bioeconomia, o comitê selecionou outros dois Programas Prioritários: Economia Digital, coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico (INDT), e Formação de Recursos Humanos, sob a coordenação da Fundação Muraki.

A primeira reunião do ano foi presidida pelo secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e coordenador do Capda, Marcos Vinícius de Souza, e contou também com a presença do superintendente da SUFRAMA, Appio Tolentino, do superintendente adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Regional da autarquia, Marcelo Pereira, secretário-executivo do Comitê, e dos demais representantes de órgãos de pesquisa e fomento, órgãos governamentais e classes produtoras e científicas integrantes do Capda, além de servidores do Tribunal de Contas da União (TCU), que está realizando uma auditoria sobre a gestão de P&D na região.

– Texto: Enock Nascimento – Foto: Layana Rios/SUFRAMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *