Ex-deputado tenta intimidar jornalista

Edilson Neves

O respeitado site CORREIO DE NOTÍCIAS publicou uma matéria a respeito do ex-prefeito de Machadinho do Oeste e ex-presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia, Neodi Carlos (PSDC), dizendo que ele torce para que os recursos jurídicos interpostos por seus advogados sejam suficientes fortes para retardar a condenação judicial em segunda instância que pode tirá-lo da disputa eleitoral deste ano.

Folha paralela

De acordo coma matéria veiculada no dia 02/01/2018 deste ano, lembrando que, apesar de já condenado pela participação no esquema que resultou no desvio de mais de R$ 11 milhões de reais da Assembléia Legislativa através do chamado esquema folha paralela, onde supostamente deputados usavam nomes de laranjas para sacar dinheiro de salário, tem alardeado que será candidato a vice-governador. Segundo a matéria, Neodi, teria recebido convites dos senadores Ivo Cassol (PP-RO) e Acir Gurgacz (PDT-RO). No entanto o ex-presidente da Assembléia estaria fazendo pesquisas para saber qual dos dois tem mais chances de vencer, para escolher de que lado vai ficar.

Coronel de Barranco

A matéria veiculada nos sites publicaram o fato, que não foi tão facilmente digerido pelo o ex-deputado. Indignado ao ver o seu nome destacado nas páginas dos sites da região, em pleno ano eleitoral, Neodi resolveu usar sua própria rádio para acusar seus adversários e desqualificar sites e jornalistas, além de ameaçar processá-los.

– “Um comportamento típico de coronel”.

Intimidação

“Acostumado a criticar adversários em sua própria rádio, Neodi tenta “intimidar” os sites que disseram a verdade”. Alegando inocência, apesar de o HISTÓRICO da ação civil de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público do estado de Rondônia sobre o caso, contraria os argumentos do político.

Intimidação

Bem ao seu estilo, o ex-deputado ao se defender tenta intimidar jornalistas com elevada dose de revolta e coronelismo, em seu discurso, na sua radio, e fugir do foco em questão.

O ex-presidente da Assembléia quis fazer acreditar que está sendo vítima de ‘ataque’, por parte de seus adversários.

Escuridão

O Jornalismo é, por essência, uma atividade que busca trazer luz sobre fatos obscuros aos cidadãos. No entanto, quem tenta se esconder na escuridão se revolta quando é revelado ao público. Parece que foi exatamente isto que aconteceu quando o ex-deputado do (PSDC) teve o nome exposto em matéria jornalística.

Atitude Fascista

Qualquer jornalista que se aventure a fazer críticas ao ex-deputado Neodi é atacado pessoalmente. “Uma atitude tipicamente autoritária”. Entendo claramente que a atitude do ex-deputado Neodi tem caráter de cerceamento e intimidação e isto é inaceitável; representam uma tentativa de intimidação e restrição ao direito de imprensa, que é, também, zelar pelo interesse público.

O Povo

Acredito que está chegando a hora da população cobrar não só de Neodi, que já mostrou no mínimo, cumplicidade nos fatos, mas dos políticos em geral deste país. O povo não pode perder essa oportunidade de cobrar dos corruptos que se beneficiam com o dinheiro público. Nenhum profissional da imprensa pode temer a ameaças feitas pelo ex-presidente da Assembléia, sob pena de estar passando à opinião pública uma relação promiscua com o poder.

Este ano é um ano eleitoral e, convenhamos, é momento de grande importância, pois é o momento onde a população tem a oportunidade de eleger seus representantes através do voto. Esta é a hora, pois, diante dos atos nada republicanos de grande maioria dos políticos, vamos passar o Brasil a limpo.

– Por Edilson Neves/jornalista, Diretor e Editor do Jornal Correio de Notícias de Rondônia, Registro DRT/0001047/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *