Nova forma de cobrança de energia elétrica começa em janeiro

A chamada “tarifa branca” vai ficar até cinco vezes mais cara no horário de “pico”, das 18 às 21 horas

Em Conta desta segunda-feira (11) destrincha como será o novo tipo de cobrança pela energia elétricaconsumida, a partir de três horários diferentes, inclusive nas tarifas, e que começa a valer no próximo dia primeiro de janeiro.

Nesta primeira fase, o consumidor que tiver consumo acima de 500 kWh por mês, na média, poderá escolher o sistema da tarifa branca, que não será obrigatória mas que exige uma mudança de hábito de toda a família.

Pela nova regra, anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), quem optar pela nova cobrança pagará cinco vezes mais entre 18 e 21 horas. A conta pode ficar três vezes mais cara nos horários entre 17 e 18 horas e 21 e 22 horas.

Em compensação, na nova tarifa branca, a conta de luz pode ficar quase 15% mais barata nos finais de semana, feriados e no horário entre dez da noite e cinco da tarde do dia seguinte.

Para explicar melhor esta nova tarifa de energia elétrica a gente conversa com a vice-presidente da Proteste-Associação de Consumidores, Maria Inês Dolci, que recomenda muita atenção da parte de quem optar por este novo sistema.

“Além disso, vai ser preciso mudar os hábitos de toda a família e acompanhar a conta de luz para ver se vai valer a pena” – completa Maria Inês.

 – Fonte: Em Conta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *