RESENHA POLÍTICA – ROBSON OLIVEIRA

ROBSON OLIVEIRAEMPODERAMENTO – É papo furado que repousa no ninho tucano tranquilidade com uma chapa única que empoderou a bicuda Mariana Carvalho na presidência do PSDB. A deputada federal – com ligações históricas com o senador Aécio Neves – tentava há mais de dois anos tomar do ex-senador Expedito Junior a direção regional do partido.  Cedeu cargos na executiva com tucanos aliados do ex-senador, mas aboletou-se na presidência do partido para negociar as candidaturas em 2018.

REVOADA – Nos bastidores tucanos há uma inquietação que indica uma possível revoada em direção ao PSD, presidido pelo deputado federal Expedito Neto – rebento de Expedito Junior. Na hipótese dos tucanos ligados ao ex-senador voarem para se abrigar no PSD, o ninho dos bicudos diminuirá significadamente, o que exigirá de Mariana Carvalho muita habilidade para evitar uma debandada geral e impedir que seus projetos pessoais sejam prejudicados visando as eleições 2018.

LIDERANÇA – A principal liderança emergente do PSDB no estado é indiscutivelmente o prefeito da capital Hildon Chaves. Em reservado o prefeito já avisou que não hesitará em seguir o ex-senador caso este deixe o partido. No entanto, a saída de Chaves do PSDB não provocaria nenhum problema judicial visto que o STF, em julgamento em caso análogo de Marta Suplicy, firmou posição que os detentores de cargos majoritários não estão vinculados à incidência da infidelidade partidária.

POSSIBILIDADES – Em relação a outro aliado de Expedito Junior, deputado estadual Laerte Gomes, a desfiliação do PSDB para migração em direção ao PSD significará a perda do mandato, embora existam outras possibilidades jurídicas em que esta perda possa ser evitada. Todas as possibilidades serão avaliadas atentamente pelo grupo dissidente dos tucanos antes de bater em retirada para evitar que sejam abatidos em plena revoada.

SOCIALISTA MORENO – O PDT do provável candidato a governador Acir Gurgacz também realizou sua convenção em ritmo de campanha eleitoral. Gurgacz trouxe ao evento o presidenciável polemista Ciro Gomes que, além de confirmar o interesse de ser candidato a presidente, anunciou a candidatura a governador do anfitrião. A convenção do PDT selou definitivamente o apoio do PSB à postulação de Acir o que afasta, temporariamente, a ambição do vice-governador Daniel Pereira em disputar a titularidade do cargo pelo neosocialismo cabloco.

APARIÇÃO – A convenção do PDT tirou da quarentena o ex-prefeito Mauro Nazif (PSB). Desde que foi esmagado na campanha de releição,   Nazif não fazia aparição em atos políticos públicos. A reestreia foi tímida, assim como foi os quatro anos na prefeitura de Porto Velho. Em pesquisas colhidas recentementes o ex-prefeito não consta entre os mais bem postados junto ao eleitor rondoniense. Na capital, Léo Moraes (PTB) e Mariana Carvalho (PSDB) são os melhores posicionados, com uma vantagem considerável para o primeiro.

REFERÊNCIA – Não passaram despercebidas dos presentes à convenção pedetista as boas referências feitas ao governador Confúcio Moura (PMDB) pelo pré-candidato Acir Gurgacz. Embora Moura tenha participado recentemente de um regabofe peemedebista anunciando a pré-candidatura de Maurão de Carvalho, em reservado, tem mantido conversas com o pedetista sobre uma eventual coligação entre as duas legendas. Na união entre PDT e PMDB numa chapa majoritária, o espaço que sobra para Maurão é de vice-governador. Já há nas duas legendas quem esteja imbuído nesse propósito.

 

ENGABELAÇÃO – Apesar do trabalho exaustivo e competente dos técnicos da Secretaria de Assuntos Fundiários da prefeitura da capital, com a entrega de títulos definitivos de terrenos, vários parlamentares tentam engabelar a população enviando assessores aos bairros com informativos afirmando que a regularização é obra sua. Não há problema em o político participar de eventos e cobrar dos órgãos competentes ações que ajudem a população, mas há uma diferença incomensurável quando imprimem “informativos” com mentiras para engabelar o eleitor com objetivo de angariar votos. Quem regulariza terrenos é a prefeitura municipal, embora muitos detentores do cargo não saibam. 

VIOLÊNCIA – São alarmantes os índices de violência contra as mulheres registrados nos últimos meses em Rondônia. Não apenas contra a vida, aumentou também exponencialmente os índices de crimes sexuais contra vuneráveis. Aliás, a violência em geral cresceu, e ainda querem liberar o uso de armas de fogo como se a liberação substituísse a segurança que o estado tem a obrigação de promover.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *